Novidades

Poupança tem o pior desempenho mensal desde maio de 2016

10 de novembro de 2017 - por Ação Jovem sem comentários

  • Em outubro de 2017 o ganho de poder aquisitivo da poupança tem o pior desempenho mensal desde maio de 2016. No acumulado do ano até outubro registra o melhor desempenho desde 2006. Somente o dólar perde poder aquisitivo em 2017.

    Levantamento efetuado com a plataforma de análise financeira Economatica mostra que a rentabilidade nominal da poupança nos dez meses de 2017 é de 5,88%. Já o índice de inflação medido pelo IPCA, no mesmo período, é de 2,21%. O ganho real do poupador nos dez meses de 2017 é de 3,59%, que é o melhor desempenho da poupança de janeiro a outubro desde 2006, quando o ganho real do poupador foi de 4,59%.

    O gráfico abaixo mostra que desde 2000, somente no ano de 2015 registramos perda de poder aquisitivo entre janeiro e outubro.

    É importante salientar que o cálculo do ganho real não é a simples subtração entre o ganho nominal da poupança e a inflação do período. O cálculo do retorno descontando a inflação é efetuado da seguinte maneira, por exemplo, nos dez meses de 2017:

    Rentabilidade da poupança = 5,88%

    Rentabilidade do IPCA = 2,21%

    Retorno descontada a inflação: ((1,0588/1,0221)-1)*100 = 3,59%

    imagem1

    Acumulado em 12 meses

    O retorno da poupança descontado o IPCA nos 12 meses fechados a outubro de 2017 é de 4,47%. O melhor desempenho no acumulado de 12 meses é registrado no mês de agosto com 5,05%.

    A poupança registra queda de poder aquisitivo pelo segundo mês consecutivo.

    IMAGEM 2

    Retornos mensais 

    O ganho de poder aquisitivo da poupança no mês de outubro é de 0,08%, menor valor registrado desde maio de 2016, quando a poupança teve perda de poder aquisitivo com -0,12%.

    Imagem 3

    Aplicações 

    No ano de 2017 até outubro o melhor desempenho de ganho de poder aquisitivo é do Ibovespa com 20,71%, seguido pelo Ouro com 9,94%. A poupança registra 3,59% de ganho.

    A poupança só tem melhor desempenho que o dólar, que no período tem perda de poder aquisitivo de -1,63%.

    Fonte: Economatica

Comentários