Novidades

Calotes podem aumentar, alerta Serasa

2 de fevereiro de 2015 - por Ação Jovem sem comentários

  • A Serasa Experian já alertou que o aumento da Selic (de 11,75% para 12,25%) e a elevação do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) nas operações de crédito para o consumidor (de 1,5% para 3% ao ano) pode impactar no aumento da inadimplência.

    Os economistas da Serasa explicam que quando o crédito fica mais caro, o consumidor é onerado, já que sua capacidade de pagamento fica menor e o comprometimento da renda com prestações aumenta. Assim, o risco de inadimplência acaba subindo, já que mais consumidores podem ter dificuldade de pagar suas contas em dia.

    Além do IOF, a Serasa afirma que o aumento de preços, que já vem desde 2014, continuará a afetar o bolso do consumidor. Pela terceira vez seguida, o Banco Central (BC) elevou em 0,5 ponto porcentual os juros básicos (taxa Selic) para 12,25% ao ano. Esses aumentos deixarão mais caras todas as dívidas, especialmente as dos juros rotativos do cartão e as do cheque especial, que já estou elevadas.

    “Como o consumidor não estava preparado para este aumento dos tributos, a hora é de apertar o cinto, já que o ganho real de salário menor reduz a capacidade dos consumidores de pagamento e de renegociação das dívidas”, alerta o superintendente do SerasaConsumidor, Julio Leandro. Outro fator que deve o consumidor deve ficar alerta é para o mercado de trabalho, com empresas mais propensas a demitir com a fraca atividade econômica.

Comentários