Novidades

Remédios chegam a custar até 280,06% a mais

9 de outubro de 2014 - por Ação Jovem sem comentários

  • O PROCON, órgão de defesa do consumidor, divulgou uma pesquisa recentemente que compara preços de medicamentos. O resultado é surpreendente: em genéricos, a maior diferença encontrada foi de 875%, no Nimesulida, 100 mg, 12 comprimidos, com preço mínimo de R$ 1,78 e máximo de R$ 17,37.

    Nos medicamentos de referência, o Amoxil (Amoxicilina), 500 mg, 21 cápsulas, da GlaxoSmithKline, variou entre R$ 15,50 e R$ 58,91. Diferença de 280,06%.

    Comparando os preços médios dos genéricos com os de referência de mesma função, verificou-se que, em média, os medicamentos genéricos são 57,37% mais baratos do que os de referência.

    A pesquisa, realizada em agosto, foi feita em 15 farmácias e drogarias distribuídas nas cinco regiões do município de São Paulo, onde foram pesquisados 56 medicamentos, sendo 28 de referência e 28 genéricos.

    No interior – São José dos Campos foi a cidade onde os preços variaram mais: a maior diferença encontrada nos genéricos foi de 881,38%, e de 300,06% para remédios de referência.

    A lista com os preços máximos dos medicamentos pode ser consultada no site da Anvisa (www.anvisa.gov.br) e também deve estar disponível para consulta nas farmácias e drogarias, conforme determina a resolução da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED).

    Para ver a pesquisa completa do Procon clique aqui!

Comentários