Novidades

Poupar não é a regra chave de sobrevivência, diz Gustavo Cerbasi

8 de abril de 2013 - por Ação Jovem sem comentários

  • A pedido do Ação Jovem, famoso consultor financeiro e autor de diversos livros sobre finanças pessoais comenta sobre o caso do ouvinte da CBN que diz ser feliz mesmo não tendo poupado em sua vida.

    Nas últimas semanas têm circulado um texto de um ouvinte do consultor financeiro Max Gehringer da rádio CBN, em que ele se orgulha de ter poupado pouco ao longo da vida, mas ter vivido com prazer. O texto gerou ampla repercussão nas mídias sociais por levar inúmeros brasileiros ao eterno duelo: viver ou poupar?

    Gustavo Cerbasi, consultor financeiro e autor de diversos livros, entre eles “Casais inteligentes enriquecem juntos” (Editora Gente), “Investimentos Inteligentes” (Ed. Thomas Nelson Brasil), “Dinheiro – Os segredos de quem tem” (Ed. Gente), “Cartas a um Jovem Investidor” (Ed. Campus) e o mais recente “Dez Bons Conselhos de Meu Pai que Me Ajudaram Muito a Prosperar” (Ed. Fontanar), lançado na semana passada.

    A pedido do Ação Jovem, Cerbasi comentou o assunto ao responder a seguinte pergunta: Você acha que é necessário escolher entre um dos lados ou é possível haver um equilíbrio? Veja a resposta dele de um especialista no assunto:

    “Não podemos nos basear em um caso isolado de um afortunado que não passou por dificuldades na vida. Não poupar é o mesmo que não fazer seguro de vida ou não ter plano de saúde. Alguns poucos se darão muito bem com essa escolha. Por outro lado, a vida não é feita de futuro. Poupar não é a regra chave de sobrevivência. Como você bem aponta em sua pergunta, o segredo do bem viver está no equilíbrio. Em vez de cortar gastos e fazer poupança, o segredo do bom planejamento financeiro está em gastar com muita qualidade o máximo que podemos, sem deixar de poupar, também com muita qualidade, o mínimo que precisamos para que nosso bom padrão de consumo não nos falte amanhã. O desafio de cada um de nós está em conseguir encontrar tanto esse equilíbrio, quanto em saber encontrar boa qualidade de consumo e de investimento.”

     

    Confira o texto polêmico do ouvinte do consultor financeiro Max Gehringer, da rádio CBN clicando aqui

     

Comentários