Novidades

Comportamento empreendedor

26 de março de 2012 - por Ação Jovem sem comentários

  • Por Tiago Grinman, vice-presidente do Ação Jovem e Sócio da Caccuri Consultores

    Empreender não signi€ca necessariamente ter uma ideia brilhante ou criar uma empresa de sucesso. O empreendedorismo pode ser visto no comportamento. Esse comportamento, que com o tempo acaba se tornando um hábito, consiste em uma extensa lista de competências, como iniciativa, pró-atividade, análise crítica, perfeccionismo, execução, visão de longo prazo, humildade, capacidade de se relacionar, resiliência, inteligência emocional, alta dose de energia e persistência. Thomas Watson, um dos fundadores da IBM, dizia: “Se você quiser ser bem sucedido, duplique sua taxa de fracassos”.

    Outro fator essencial para ter um comportamento empreendedor é fazer o que se gosta. A maioria das pessoas não está satisfeita com o que faz e trabalha contrariada porque precisa de dinheiro. Não cometa esse erro! Descobrir suas habilidades naturais permitirá que você realize seu trabalho com grandeza. A€nal, tudo o que merece ser feito merece ser bem feito.

    A criatividade, o entusiasmo, a alegria e o otimismo só surgirão quando você seguir sua vocação.
    O nosso dia a dia e a cobrança por resultados no trabalho nos tornam muitas vezes alienados e quase míopes em relação ao que está acontecendo fora da empresa. Independentemente do seu cargo ou ramo de atuação, o ambiente empresarial, por essência, proporciona a possibilidade de que as pessoas troquem conhecimento, aprendam com os erros dos outros, copiem e melhorem o que foi bem feito e vivenciem experiências.
    Por isso, participe de grupos de discussões e associações empresariais; monte qualquer negócio, mesmo que seja no papel; aprenda tudo o que puder e um pouco mais sobre sua atividade; reserve algum tempo do seu dia para ler e estudar; converse com pessoas; aprofunde seus conhecimentos; seja curioso; e exercite seu cérebro.

    “A maior recompensa do nosso trabalho não é o que nos pagam por ele, mas aquilo em que ele nos transforma.” John Ruskin.

    Faça o seu melhor e divirta-se!!!!

    Artigo publicado na IBEF News

Comentários