Novidades

Você já parou para pensar de onde vem o valor das ações?

10 de novembro de 2011 - por Ação Jovem sem comentários

  • As escolas de análises têm como principal objetivo precificar as ações, ou seja, estipular quanto vale cada empresa e, consequentemente, suas ações. Existem dois tipos de análises: fundamentalista e técnica (ou gráfica).

    A análise fundamentalista procura identificar o valor das empresas – Target Price – por meio do balanço, da economia e projetando resultados futuros para a empresa em questão. O analista responsável por esta função observa o cenário microeconômico: potencial de mercado, estrutura de financiamento, profissionalização da gestão, competitividade internacional, perspectivas futuras, entre outros. Ele também projeta o fluxo de caixa da empresa para até 10 anos e considera o risco Brasil (juros, beta da ação, etc).

    O contexto macroeconômico, também é analisado, mas dessa vez quem realiza esta função é um economista. Ele observa coisas como: globalização da economia, taxas de juros internas e internacionais, situação política nacional, relação entre moedas, fluxo e refluxo de capitais internos e externos, entre outros.

    A análise fundamentalista nos fornece uma série de indicadores. Na hora de comprar ações é importante ficar atento a eles. Saca só:

    - P/L(preço/lucro): Muitos consideram o mais importante.
    Ele mede o retorno em anos do investimento.
    -LPA(lucro por ação): É o lucro por ação.
    -FV/EBITDA(firme value, ou valor da empresa/earningsbeforeinterest, taxes, depreciation, andamortization, ou LAJIDA, lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização): Mede o valor da empresa.
    -Beta: Este indicador mostra a volatilidade em relação ao Ibovespa. Observando este indicador você saberá se as ações daquela
    empresa são agressivas ou conservadoras. Quando o índice
    for maior que 1 a ação é agressiva, quando menor é defensiva.
    -Pay Out: Somátório do dividendo pago no período.
    -DividendYield: Dividendo por ação.


    Já a análise técnica ou gráfica procura identificar o comportamento da evolução dos preços de determinada ação, por meio de fórmulas matemáticas e estatísticas – os famosos gráficos. As principais características deste tipo de análise são: observar os dados gerados pelas transações (como volume e preço), mostrar a ação dos componentes emocionais presentes no mercado e analisar as tendências, procurando determinar alvos. Uma das vantagens da análise técnica é a leitura de fluxo. Com ela o investidor pode aproveitar melhor o sobe e desce do mercado.

    Uma dica do Ação Jovem é que você utilize os dois tipos de análises na hora de comprar e vender ações, pois elas mostram perspectivas e dados diferentes! #ficadica

Comentários