Novidades

Já pensou se juntarmos lucro e melhoria social?

26 de outubro de 2011 - por Ação Jovem sem comentários

  • Há grandes desigualdades sociais pelo mundo. Segundo o sociólogo polonês Zygmunt Bauman, esse é um efeito colateral do progresso econômico. A impressão é de que “falta espaço” no planeta. Mas o que falta, na verdade, são oportunidades.

    Não é de hoje que ouvimos dizer por aí que as classes sociais mais baixas possuem um grande potencial para a economia. O grande desafio é, tornar viáveis os investimentos destas classes, com rentabilidade e um real impacto social.

    É deste ponto que parte a filosofia dos negócios sociais. Eles geram lucros, mas procuram ao mesmo tempo um impacto positivo na sociedade. Um negócio “tradicional” busca apenas os ganhos. Já uma instituição sem fins lucrativos, geralmente, vive de doações – o que limita sua atuação. Por isso, esse tipo de negócio é considerado a mistura entre uma empresa capitalista e uma ONG.

    A Ideal Invest é uma financeira que faz parte deste nicho. Ela vende um sistema alternativo de crédito universitário. Com parceria com instituições como Mackenzie, Anhembi Morumbi e Metodista, a Ideal atende mais de 100 universidades pelo Brasil – incluindo os estados do norte do país. Nos últimos cinco anos, a empresa emprestou R$ 250 milhões a 20 mil estudantes brasileiros.

    Outra empresa deste gênero é a Artemisia. Eles oferecem plataformas de criação e aceleração de negócios sociais. Alessandra França recebeu essa ajuda. Ela fundou o Banco Pérola, em 2009, quando tinha apenas 23 anos. O empreendimento de Alessandra ajuda jovens das classes C, D, E a conseguirem capital para financiar seus projetos. O Pérola emprestou mais de R$ 40 mil em 2010 e, em 2011, tornou-se correspondente de microcrédito da Caixa Econômica Federal.

    Os negócios sociais já chamam a atenção dos fundos de investimentos. De acordo com um estudo do JP Morgan, esse tipo de negócio deve receber contribuições de até US$ 1 trilhão até 2020.

    E você? Precisa de ajuda financeira nos estudos? Tem alguma ideia que pode mudar o mundo?
    Chegou a hora de procurar um negócio social para dar aquela impulsionada na sua vida e na dos outros.

Comentários